Colunista Guilherme OliveiraFolha de Barbacena

O busto do Padre Mestre e seu escultor

Por Guilherme Oliveira

Temos bem no Centro da cidade, no antigo Jardim Municipal, atual Praça dos Andradas a conhecida “Herma do Padre Mestre”, uma coluna de granito com um busto em bronze que retrata o poeta satírico barbacenense, o Padre Mestre Correia de Almeida, nascido em 1820 e falecido em 1905.

O monumento foi esculpido em 1910, em uma cidade ao sul da França pelo artista francês Félix Charpentier, trazido ao Brasil no ano seguinte. Foi inaugurado em setembro de 1911 em Barbacena e foi erguido às expensas do Embaixador Olyntho Máximo de Magalhães, importante figura política e diplomata barbacenense. Foi o próprio Olyntho Máximo que encomendou o busto do Padre Mestre ao escultor francês “Félix Charpentier”, em Paris.

O artista Félix Charpentier (1858-1924), era filho de um humilde oleiro e ao demonstrar talento para desenho e modelagem foi ainda criança para uma escola de artes em Avignon iniciando assim uma vitoriosa carreira artística. Conquistou o reconhecimento e prêmios, erguendo monumentos importantes, em especial após a Primeira Guerra Mundial. Suas obras podem ser vistas em espaços públicos de Paris, Nimes, Bordeaux e Avignon, onde está sua maior obra, “O Monumento do Centenário”.

OBs: Em um dos registros, vemos a obra de Félix Charpentier em Avignon.

Foto: Guilherme Oliveira
Foto: Guilherme Oliveira
Foto: Guilherme Oliveira
Foto: Guilherme Oliveira

0

User Rating: Be the first one !

Comentários:

Isabella Paolucci

Jornalista, fã de filmes e séries, k-poper e sagitariana.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios