Folha de BarbacenaVida da gente

Jornal Minas Gerais completa 130 anos e Governo de Minas disponibiliza consulta ao acervo

Primeira edição foi publicada em 21 de abril de 1892, em homenagem ao centenário da morte de Tiradentes

Jornal Minas Gerais comemora, em 2022, 130 anos da primeira edição, publicada em 21 de abril de 1892 e impressa na antiga capital do estado, Ouro Preto. A data foi escolhida em homenagem ao centenário da morte de Tiradentes e, em 2022, também será o dia em que o Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Superintendência de Imprensa Oficial, órgão da Secretaria de Governo (Segov), vai disponibilizar, para consulta, aproximadamente 50 anos da publicação, conhecida historicamente como Diário Oficial do Estado de Minas Gerais.

No site oficial (www.jornalminasgerais.mg.gov.br), a consulta estará disponível em dois blocos: o primeiro, com o histórico desde a primeira publicação até o ano de 1943. O segundo vai reunir todas as edições veiculadas durante o ano de 2010 e, gradativamente, reunirá o conteúdo de 2009 a 1944, para que todo o acervo esteja a serviço da população.  Desde 2019, ano em que o Jornal Minas Gerais passou a ser 100% eletrônico, é possível acessar os dados publicados de 2011 em diante.

O projeto de disponibilização do acervo do Jornal Minas Gerais na internet tem o intuito de facilitar o acesso às publicações oficiais, assim como de preservar o conteúdo existente.

O governador Romeu Zema comemora esta nova fase do periódico. “Como mineiro, tenho muito orgulho do Diário Oficial, que teve nomes importantíssimos em seu quadro de colaboradores, como Juscelino Kubitschek e Carlos Drummond de Andrade. É um veículo que conta a história do nosso estado e deve ser conhecido por todos. A disponibilização do acervo digital é um marco histórico, pois reforça o acesso à informação, a transparência com o qual esta gestão se compromete”.

O secretário de Estado de Governo, Igor Eto, afirma que a iniciativa contribui, também, para o alcance dos objetivos da política de simplificação administrativa do Governo de Minas: “É mais uma forma de representar a postura de transparência pública do Estado por meio de uma ferramenta que simboliza a história oficial de Minas Gerais”, diz.

Para o superintendente de Imprensa Oficial da Segov, Rafael Corrêa, o Jornal Minas Gerais segue desempenhando papel de grande importância.

“É uma fonte de informação segura, de credibilidade e com uma tradição que lhe são peculiares. Ele segue cumprindo sua missão, veiculando as publicações oficiais do Governo do Estado e de interesse público, todos os dias. Por toda essa trajetória, parabenizo o Diário Oficial bem como todos aqueles que fizeram e continuam fazendo parte desta história. O compromisso e responsabilidade são enormes, mas desempenhados com muita seriedade e competência por todos os envolvidos”, concluiu.

Ao longo de 2022, o www.jornalminasgerais.mg.gov.br  exibirá o selo comemorativo dos 130 anos de história e de credibilidade, como forma simbólica de reconhecer a importância do Diário Oficial do Estado para a governança e o desenvolvimento de Minas.

Histórico

O Jornal Minas Gerais é o instrumento responsável por dar publicidade aos atos de governo e demais matérias de interesse público, em observância aos princípios constitucionais e em conformidade com artigo 1º da Lei 19.429/2011, que determina as diretrizes de publicação dos atos.

No ritmo das transformações tecnológicas, a produção do jornal evoluiu dos antigos clichês, passando pela máquina linotipo e pela impressão em off-set, e, desde março de 2019, também com o nome de Diário Oficial Eletrônico Minas Gerais (DOMG-e), o Jornal é completamente eletrônico, com assinatura digital que atende aos requisitos de autenticidade, integridade e validade jurídica e interoperabilidade da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil.

Já foram publicadas no Jornal matérias dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e, por meio delas, foi contada parte da história do Estado, não apenas pelos registros normativos e administrativos: a publicação documentou fatos nacionais e internacionais, posses de governadores, suas respectivas biografias, eventos e acontecimentos que interferiram nos contextos político, econômico e social nos quais a sociedade mineira estava inserida.

Nomes de peso

Entre personalidades que fizeram parte do quadro de funcionários da Imprensa Oficial, que produz o jornal, estavam, além de Juscelino Kubitschek, que ainda viria a ser Presidente da República, nomes como Abílio Barreto, Murilo Rubião, Carlos Drummond de Andrade, Moacir de Andrade, Vivaldi Moreira, Cyro dos Anjos, entre outros.

Foto: Segov / Divulgação.

Comentários:

Thiago Rossi

Formado em Comunicação Social pela UNIPAC e pós-graduado em Gestão Cultural pelo Senac/BH. Jornalista, escritor e curioso.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios