Folha de Barbacena

Dia da Vitória é celebrado com homenagens marcantes na EPCAR

A homenagem foi realizada nesta terça-feira (11/05)

Nesta terça-feira (11/05), a Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR) em Barbacena realizou, durante a Parada Diária do Corpo de Alunos (CA) do Curso Preparatório de Cadetes do Ar (CPCAR), duas homenagens marcantes que eternizaram seus nomes na história da Escola e do Brasil, respectivamente para a senhora Zilda de Castro, que foi responsável pela entrega do primeiro estandarte da EPCAR, realizada no ano de 1949, o senhor João Rodrigues de Costa, integrante da Força Expedicionária Brasileira (FEB), que atuou nos campos de batalha durante a II Guerra Mundial.

Os motivos que levaram a realização destas homenagens são distintos e emocionaram todos os presentes, em especial, os Alunos da EPCAR, representando uma forte ligação entre presente e o passado: a Sra. Zilda foi homenageada pela passagem de seu centenário, e o Sr. João Rodrigues ocasião da passagem do Dia da Vitória, comemorado em 8 de maio.

O Comandante da EPCAR, Brigadeiro do Ar Daniel Cavalcanti de Mendonça, presidiu a solenidade militar e, em suas palavras, enalteceu a importância e o significado das homenagens prestadas. O oficial-general enfatizou aos atuais alunos a distinta oportunidade que eles têm, neste momento, ao estarem tão perto de pessoas que marcaram seus nomes na história, por meio de suas grandes ações. “Hoje é um dia de júbilo! Um dia muito especial para nossa Escola. Celebrar o centenário da Dona Zilda, que tão importante se tornou para a EPCAR naquele ato de entrega do estandarte da Escola e que até hoje nos representa. Agradeço, publicamente à senhora, em nome de todo o nosso efetivo, pelo gesto que fez naquela longínqua data, com este mesmo brilho no olhar que hoje se apresenta. Ao Senhor João Rodrigues, sempre herói, nosso pracinha, presente em mais uma celebração do Dia da Vitória, data esta data que nos dignifica por tudo aquilo que representaram, pela coragem, pela abnegação e pelo amor com que defenderam à nossa Pátria naquele momento tão difícil. Que fique o exemplo pra cada um de nós, mais ainda, para cada um de nossos jovens alunos e alunas, na oportunidade em que os concito a refletir sobre o que representou, nos céus da Itália, o nosso Grupo de Caça”, disse o militar, encerrando sua fala com a leitura de um texto do então Tenente-Coronel Nero Moura, Comandante do Grupo de Caça.

Visivelmente emocionada, Zilda de Castro pode reviver o gesto que a eternizou na história da EPCAR: no ano de 1949, ela realizou a entrega solene, ao aluno 49/075 Wylmuth Ary Treptow, do primeiro Estandarte da Escola, que foi confeccionado pelas alunas do Asilo da Casa Paroquial da Matriz de Nossa Senhora da Piedade. No dia 10 de maio, ela completou 100 anos de idade e, bastante lúcida, agradeceu pela homenagem que recebeu das mãos da aluna Júlia de Ferreira e Rodrigues, integrante do Esquadrão Anhur. “Jamais pensei que receberia esta homenagem e digo que foi muito importante para mim, porque eu sempre tive a EPCAR no meu coração e nunca a esqueci. Aquele momento, em 1949, foi muito importante e me acompanha até os dias de hoje. Sou muito agradecida à EPCAR por ter me dado esta alegria de ter acompanhado o estandarte, quando da inauguração do Curso Preparatório”, destacou a homenageada, que também contou histórias da época e, durante muitos anos, integrou a Academia Barbacenense de Letras. Encerrando suas palavras, ela deixou um conselho aos atuais alunos do CPCAR. “Estudem com muito gosto nesta Escola, pois ela é de primeira linha em todo o Brasil. Vocês devem estudar com afinco e seguir esta carreira maravilhosa. É o que aconselho a cada um deles”, finalizou.

“Muito orgulho de ver o que estes alunos e alunas da Escola Preparatória de Barbacena fizeram e fazem, porque eles estão fazendo um gesto grandioso para o Brasil e para toda a juventude. Desejo que eles sejam corretos e firmes nas funções que forem designados a cumprir”, destacou o “pracinha” da FEB, após o encerramento da solenidade que o homenageou por ocasião do septuagésimo sétimo aniversário do término da II Guerra Mundial. Prestes a completar 99 anos de idade, o Sr. João Rodrigues conta orgulhosamente que seu filho também é militar da Força Aérea Brasileira (FAB), já na reserva remunerada, e ainda relembra, quase que integralmente, a Canção do Expedicionário, canção esta que marcou a história daqueles combatentes e que foi cantada por ele e por todos os integrantes do CPCAR, durante o desfile militar.

Além das homenagens, a solenidade contou com a passagem de serviço de Aluno de Dia ao Corpo de Alunos da EPCAR e com o desfile militar da tropa, entoando, de forma muito vibrante, a Canção do Expedicionário em homenagem ao ex-combatente. Encerrando, sob os acordes da Banda de Música da EPCAR, foi cantado os parabéns para a aniversariante centenária.

Com informações da EPCAR

0

User Rating: Be the first one !

Comentários:

Isabella Paolucci

Jornalista, fã de filmes e séries, k-poper e sagitariana.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios