Colunista - João Paulo CoutoColunistas João Paulo CoutoMustacheVida da gente

Ciclos

Somos feitos de ciclos que nos tornam pessoas melhores

Olá, depois de um tempo buscando respostas e evoluindo, retorno a esta coluna com uma forma mais clara e definida de como irei escrever meus artigos daqui em diante.

Neste breve período longe de vocês, fiz uma análise profunda sobre onde e por que devo mudar, acredito que todos nós, de tempos em tempos, devemos fazer pausas para reordenar as rotas da vida e nos localizarmos dentro do nosso universo interior.

Durante este período analisei muito como a sociedade tem se organizado, como as pessoas estão se comportando, quais as regras do “Grande Jogo” que estão sendo aplicadas e cheguei a algumas conclusões que serão postas com o tempo nesta coluna, uma delas abordo agora.

As pessoas querem que você acredite nelas:

O mundo está cheio de pessoas que sabem o que você deve fazer, querem que você acredite nas respostas delas, eu não! Eu entendo que tudo o que você busca, não está aqui fora no mundo, mas sim dentro de você.

E entender isso pode mudar completamente sua vida. Pois você começa a construir sua experiência de vida de dentro pra fora, e não ao contrário como a maioria faz. Talvez você se pergunte, qual a diferença?

Bom, quando você constrói sua experiência de vida, seus valores pessoais e suas crenças com base no mundo exterior, é como se você estivesse modelando castelos de areia, prontos para caírem com o primeiro vento forte que abalar sua vida.

Quando você constrói sua vida de dentro pra fora, sua experiência nesse mundo muda completamente. Você começa a modelar a vida com prazer, com intensidade, consciência e consistência.

“é como se você estivesse modelando castelos de areia, prontos para caírem com o primeiro vento forte que abalar sua vida.”

Você tem noção de que não está nadando num mar de rosas, que apesar do mundo não ser um lugar de contos de fadas, também não é o caos que pregam. Aliás, isso quem vai definir é você de acordo com o que tem como verdade dentro de si.

Mas pense, nada neste mundo, absolutamente nada tem um significado intrínseco, o significado quem dá somos nós de acordo com o nosso universo interior e o que nos foi ensinado como certo e errado.

 

Um outro efeito causado pela construção da sua vida de dentro pra fora é a autoconfiança, o amor próprio (não o pseudo amor próprio pregado nos grupinhos de face e insta), mas sim um amor genuíno, constituído de autopreservação com empatia o que gera uma certeza de quem somos e por que somos.

Desse momento em diante não é a sociedade, a opinião dos outros ou os fatos e acontecimentos do nosso dia a dia que determinam no que você acredita, faz ou deixa de fazer, é você quem decide, pois você encontrou e sabe seu lugar neste mundo.

Ao analisar mais profundamente esse tema em minha vida, decidi trazer assuntos para esta coluna que permeiam todos os pontos de nossas vidas, e não apenas falar sobre relacionamentos, como anteriormente.

O que trago nesta coluna:

Porém, trarei questionamentos, não trago conforto embasado em teorias e opinião pronta para ser aceita, consumida como verdade e passada adiante. Trarei questionamentos que serão argumentados com fatos e deixarei para você, a responsabilidade de decidir o que é verdade, o que pode ser feito com o que leu e, se, deve ou não considerar.

O responsável pela construção da sua vida não são as intempéries da vida, não são os outros, ou os fatos inquestionáveis que levamos como verdade absoluta, mas sim por nós mesmos. Simples assim.

E aceitar essa responsabilidade é o início de uma nova jornada, o voo de uma águia reconstruída em sua dor e sabedoria, o que separa os adultos das crianças no “Grande Jogo” da vida.

0

User Rating: 3.57 ( 3 votes)

Comentários:

João Paulo Couto

Intenso e profundo, busca entender os porquês da vida. Costuma dizer que cada pessoa é um pequeno universo em constante expansão. Seja bem-vindo ao universo de João Paulo Couto.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios