Folha de Barbacena

Alunos da FAME realizam atividade sobre o tabagismo em Barbacena

A atividade foi realizada na segunda-feira (25/04)

Os acadêmicos do 8º período da FAME realizaram atividades de Promoção à Saúde junto à comunidade do bairro São Pedro abordando o tema Tabagismo. A intervenção realizada na última segunda-feira (25/04), na Unidade Básica de Saúde (UBS) CAIC, é uma iniciativa do Diretório Acadêmico Dr. Eloy Henrique Dutra Câmara (DADEC) e insere práticas voluntárias de educação em saúde nas comunidades para a promoção do autocuidado. A atividade faz parte do Projeto Voluntário “Educação para a saúde: integração entre comunidade, equipes e acadêmicos de Medicina”.

Os acadêmicos que atuaram nas atividades desenvolveram desde o material didático utilizado na intervenção, até o roteiro pedagógico proposto na abordagem. A intervenção foi realizada para os pacientes da sala de espera da UBS CAIC e os acadêmicos abordaram pontos como doenças provocadas pelo tabagismo, consequências do tabagismo durante a gravidez, alerta para o uso de cigarros eletrônicos e estratégias para vencer a dependência química.

“Realizar essas atividades voluntárias nas Unidades Básicas de Saúde do município de Barbacena é algo que agrega um valor inestimável à nossa formação acadêmica e às práticas de saúde da comunidade. Para se ter ideia, em uma simples abordagem como essa, realizamos a integração dos conteúdos teóricos e práticos de diversas disciplinas do curso de Medicina, como, por exemplo, Saúde do Adulto, Epidemiologia, Farmacologia e Psicologia Médica. Atividades de Promoção à Saúde junto à comunidade são uma oportunidade para colocar o conhecimento médico obtido nas cadeiras acadêmicas à serviço da população. Em uma abordagem antitabagismo como essa, a sensibilização de um paciente da sala de espera já nos dá a certeza que escolhemos a profissão certa”, ressalta o acadêmico Juliano Bergamaschine.

Os acadêmicos Júlio César Cimino e Matheus Sousa também destacaram a importância das atividades voluntárias nas UBS do município para a formação Médica. “Interagir com a comunidade local e trocar saberes com a população é fundamental para a construção do repertório teórico-prático necessário ao ofício da Medicina. Experiências como essa nos tiram das quatro paredes dos consultórios e nos colocam em contato com a complexidade da realidade. Isso demonstra que o acadêmico de Medicina da FAME não é somente um promotor de saúde, mas é, sobretudo, um agente fundamental na transformação da sociedade”, conclui Júlio César Cimino.

Com informações da FAME

0

User Rating: Be the first one !

Comentários:

Isabella Paolucci

Jornalista, fã de filmes e séries, k-poper e sagitariana.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios